Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

descobrelc

descobrelc

  • Cultura   Música   Lisboa    Porto   Grátis   Agenda  Setembro

  • Ferias «low-cost»

     

     

    O Verão está quase a chegar e se quer planear as suas férias com tempo e, sobretudo, numa lógica mais próxima do low cost, há alguns destinos dentro e fora de portas a ter em conta. A agência de viagens Top Atlântico fez a lista das «férias de primeira necessidade».

     

     

     

     

    Primeiro, e porque a crise teima em não fugir, para quem prefere ficar por cá, pode passar férias em Alvor desde 30 euros, na praia da Rocha por 14 euros ou na praia da Falésia por 50 euros. Quem quiser dar um salto até às ilhas portuguesas, umas férias na Madeira ficam por, pelo menos, 459 euros, no Porto Santo por 499 euros e na Ilha de S. Miguel desde 271 euros.

     

     

    ler noticia completa

     

     

    Viajar pela a Europa por apenas 5 euros em Junho

    https://1.bp.blogspot.com/_ZedoPcI5fak/ST_bBMZ2VNI/AAAAAAAAALg/nUuj6MfgVfk/s320/Aspas.jpg

    A companhia aérea Ryanair está a disponibilizar 1 milhão de viagens a 5 euros, para partidas realizadas à terça, quarta e quinta-feira. Estão abrangidas as mais de 500 rotas da operadora low cost, por toda a Europa.

    A promoção destina-se às viagens a realizar em Junho, mas está em vigor apenas para as reservas efectuadas até à meia-noite da próxima quinta-feira, dia 27 de Maio.

    O pacote low cost inclui todas as taxas, caso os passageiros efectuem o pagamento com cartão pré-pago da Master Card, transportem mala de mão e não optem pelo embarque prioritário.

     

    iol.pt

    Parque Natural da Arrábida - Um património a preservar

     

    O Parque Natural da Arrábida é uma reserva biogenética situada na Serra da Arrábida, no distrito de Setúbal, em Portugal.

     

     

     

     

    O Parque Natural da Arrábida, fundado em 1976, com uma área aproximada de 10 800 hectares, protegendo a vegetação maquis de tipo mediterrânico nascida deste microclima com semelhanças a regiões Adriáticas, como a Dalmácia. A fauna é bastante diversificada, apesar de ter sofrido grandes alterações desde o século XIX. Até ao início do século XX era ainda possível observar lobos, javalis e veados. O Parque natural está integrado em redes internacionais de conservação. Todo o seu território está classificado como Sítio de Especial Interesse para a Conservação da Natureza - Biótopo CORINE. Inclui várias áreas de Reserva Integral, como a Mata do Solitário, Mata do Vidal e Mata Coberta.

     

    Fauna

    A Serra da Arrábida é o único ponto da costa portuguesa onde nidifica a rara Águia de Bonelli

     

     

     

    Estão registadas no Parque Natural da Arrábida um número considerável de espécies, num total de 213 de vertebrados: 8 anfíbios, 16 répteis, 154 aves e 35 mamíferos.

     

     

    A Originalidade da paisagem deve-se não só às suas características naturais mas também à remota humanização destes espaços, que de uma maneira geral se foi desenvolvendo em harmonia com o ambiente natural. O conjunto de acidentes de relevo que constituem a cadeia Arrábida, inclui elevações como as Serras de S.Luís, Gaiteiros, S.Francisco e Louro, atingindo o mais elevado expoente com a Serra da Arrábida, de constituição calcária, local onde se verifica o contacto com o mar.
    O Parque Natural da Arrábida foi criado pela urgência de preservação de valores naturais, históricos e económicos, apresentando-se como uma área de revitalização dos espaços rurais e actividades tradicionais, onde o fabrico do queijo de Azeitão e vinhos de mesa, são mostras da perfeita integração no meio e da vida comunitária da população. Igualmente os valores históricos, como o Convento da Arrábida, incluem o elemento humano no ambiente valorizando um contacto consciente e equilibrado do Homem com a paisagem.

     

     

    Como chegar

     

    O Parque Natural da Arrábida dista cerca de 50 km do aeroporto de Lisboa e está servido por uma boa rede de acessos viários, ligando-o ao Norte e Sul do país, assim como a Espanha.

    Distâncias
    Lisboa – Setúbal: 50 km
    Porto – Setúbal: 351 km
    Faro – Setúbal: 245 km

    Sede
    Pr. da República
    2900-587 SETÚBAL

     

     

    saber mais

     

     

    Lazer

     

    Percursos

    Os percursos pedestres no Parque Natural da Arrábida foram reformulados e resinalizados (assim como, naturalmente, o guia de percursos). No entanto, existem percursos assinalados no campo.


    Observação de aves

    Qualquer pessoa pode praticar observação de aves. Tudo o que é necessário é um par de binóculos e um bom guia de campo para ajudar a identificar as diferentes espécies de aves que aparecem no Parque Natural da Arrábida. 


    Visitas guiadas

    Os guardas e vigilantes do Parque conduzem visitas de estudo pelo Parque durante todo o ano. São aceites marcações apenas de grupos escolares ou universitários. Estas visitas são pagas. Para marcações, contacte a Sede do Parque Natural.


    No entanto, existem várias associações e empresas que organizam passeios e actividades no Parque. 

    Mais informações : http://www.azeitao.net/arrabida/pna/

     

    Fotos

    http://www.wandeleninportugal.info/images/k_arrabida_middel.jpg

     

     

     

     

     

     

     

     

    Videos

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    Links

     

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_Natural_da_Arr%C3%A1bida

     

    http://www.azeitao.net/arrabida/pna/

     

    http://www.setubalnarede.pt/content/index.php?action=detailFo&rec=1230


    http://www.associacaomundodacorrida.com/PR14_Arrabida.htm

     

     

    O Parque Natural da Arrábida é uma reserva biogenética situada na Serra da Arrábida, no distrito de Setúbal, em Portugal.

    A Ilha do Pico é a segunda maior ilha do Arquipélago dos Açores.

     

    Images: arrifedsc01387.jpg

    A Ilha do Pico é a segunda maior ilha do Arquipélago dos Açores, Portugal, dista 8,3 quilómetros da Ilha do Faial e 15 km da Ilha de São Jorge. Tem uma superfície de 447 km²; e conta com uma população residente de 14 806 habitantes (em 2001). Mede 42 km de comprimento e 20 km de largura. Deve o seu nome à majestosa montanha vulcânica, a Montanha do Pico, que termina num pico pronunciado cujo topónimo é Pico Pequeno ou Piquinho. É a mais alta montanha de Portugal e a terceira maior montanha que emerge do Atlântico, atingindo 2 351 metros de altitude.

     


    Images: lagespicomapa3286.gif

     

    Dispõe, em Bandeiras, dum moderno aeroporto regional com ligações aéreas directas com Lisboa (TAP/SATA Internacional) e Terceira (Lajes) e Ponta Delgada (SATA Air Açores). Tem ligações marítimas diárias (Transmaçor) com a cidade da Horta e vilas das Velas e Calheta. Durante os meses de Verão usufrui de ligações marítimas com as restantes ilhas do arquipélago.

     

     

    Cultura e património

     

    http://www.abae.pt/programa/JRA/concursos/concurso09/uploads/A1/image/ilha_pico_1_.jpg

     

    Em Julho de 2004, o comité da UNESCO considerou a Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico como Património da Humanidade. A área engloba os lajidos das freguesias da Criação Velha e de Santa Luzia. A cultura da vinha domina a parte ocidental da ilha, sendo o famoso "Verdelho do Pico" cultivado em pequenas quadrículas de terreno onde crescem as vinhas, separados por muros de basalto negro feitos de pedra solta, chamados localmente de "currais".

    Presentemente, pretende-se constituir um Parque Nacional na Ilha do Pico, englobando a área da Montanha do Pico e o Planalto Central.Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico

    Outro património inclui: a Gruta das Torres, na Criação Velha; as Furnas de Frei Matias; Na Madalena, Museu do Vinho, instalado no antigo Convento das Carmelitas; o Museu da Indústria Baleeira, em São Roque do Pico; o Museu Regional dos Baleeiros, nas Lajes do Pico.

     

     

    Tradições, festas e curiosidades

    Festa e Procissão do Senhor Bom Jesus (São Mateus, Madalena), Semana dos Baleeiros (N. Sra. de Lurdes), Cais Agosto (Cais do Pico - S.Roque), Festa de São Roque, Festas de Santa Maria Madalena, Semana das Vindimas, Festas do Espírito Santo.

     

    GASTRONOMIA

     

    A gastronomia a ilha é muito rica. A dificuldade prende-se com a escolha, devido à qualidade. O mar generoso oferece uma ampla variedade de matéria-prima para a confecção de deliciosos pratos.

     


    Sopas do Espírito Santo
    Linguiça com inhames
    Molha de carne
    Caldo de peixe
    Mariscos
    Arroz doce
    Queijo
    Vinhos
    Aguardente
    Licores
    Bolo de milho
    Bolo de vésperas
    Rosquilhas

     

    Locas a Visitar

     


    VILA DAS LAJES
    Centro de tradição baleeira, a vila das Lajes tem um conjunto de casas antigas e varandas que patentiam um passado de opulência. Aqui pode visitar o Museu do Baleeiro, ex-libris da vila e que retrata a actividade da baleação no seu passado.

    MONTANHA DO PICO
    Majestoso vulcão que domina a ilha com os seus 2.351m de altitude, coroado pelo Pico Grande, cratera arredondada com cerca de 700m de perímetro e profundidade que atinge os 30m. Numa extremidade da cratera o cone vulcânico do Piquinho, ou Pico Pequeno com cerca de 70m de altura, de cuja base emanam fumarolas, constitui o cume da cratera. A subida ao Pico é possível sempre que acompanhado por guia local.

     

    Images: lajespicopasseio1.jpg


     

    Fotos

    Images: lrg-364-santa_barbara.jpg
    Vista sobre Santa Bárbara

     

    File:Ilha do Pico vista da Fajã Grande, Calheta, ilha de São Jorge, Açores, Portugal.JPG

     

     

    Açores

     

     

     

     

     

     

    Links

     

     

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Ilha_do_Pico

     

    http://www.acores.com/a/pico.html

     

    http://www.enciclopedia.com.pt/print.php?type=A&item_id=331

     

    http://www.feriasnopico.com/

     

     

     

     

     

     

    A Ilha do Pico é a segunda maior ilha do Arquipélago dos Açores