Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

descobrelc

descobrelc

Fernando Alvim vai estar no Metro do Chiado durante um mês. (Grátis)

alvim.jpg

 

 

 

Quem passar pela estação de metro da Baixa Chiado, em Lisboa, durante o mês de outubro, pode contar com sessões de stand up comedy, o festival "Quem é Quem?" (com a atuação de artistas conceituados disfarçados e prémios para quem adivinhar quem são), aulas de cozinha macrobiótica, molecular e sushi, leitura da mente com João Blumel, um concerto de halo (um novo e extraordinário instrumento musical), um filme animado feito na estação ao vivo pela produtora Sardinha em Lata e uma feira de livros escolhidos por Fernando Alvim. Além disto, vai haver ainda oferta de guloseimas, de pastéis de nata e de um passe de metro válido por um mês para o vencedor do concurso "O Passageiro Herói".

Para ficar a par da programação completa basta ir aqui



Ler mais: http://activa.sapo.pt/vida/lazer/2012/09/28/fernando-alvim-vai-dinamizar-a-estacao-de-metro-baixa-chiado-durante-um-mes#ixzz27snPA7a3

A gastronomia Açoriana em Lisboa.

 

A minha sugestão vai para Peter`s Café Sport, o sitio ideal para petiscar ao final da tarde e ver uma boa partida de Futebol. 

 

Fica no Parque das Nações com uma excelente vista para o rio, uma boa esplanada e uma decoração fora do normal que torna o Peter´s um espaço muito original.

 

 

Os preços são razoáveis, se aproveitando alguma das promoções consegue um menu com 2 sopas e 2 bifanas por apenas 5€. Uma imperial fica por 1,75€. Uma das coisas menos favoráveis do espaço é mesmo a simpatia, mas nada de muito grave. 

 

 

Sugestão para jantar em Lisboa.

 

A minha sugestão vai para o restaurante "Lisboa Atrevida"  influências mediterrânicas, com especial atenção à Italiana.

 

Restaurante Lisboa Atrevida

 

O restaurante apresenta uma excelente decoração com algum romantismo e glamour, a decoração não fica apenas nas paredes, ou seja no espaço físico, os pratos também são muito bem apresentados e decorados, a comida é muito saborosa, mas o que vai ficar na cabeça é a sobremesa "ainda te atreves" ou a "Lisboa Cremosa"

 

Os preços são razoáveis, o prato principal ronda os 12€ sem contar com os extras. Para 2 pessoas com entradas, prato principal e sobremesas pagamos cerca de 37€. Mas tivemos um desconto de 12€ devido à promoção que ainda se encontra disponível aqui é de aproveitar. 

 

mapa:

 


Ver mapa maior

 

Mais informações sobre o restaurante:

http://www.lisboatrevida.pt/

Lisboa e Porto entre as "100 Cidades mais bonitas do mundo"

 

Quase metade das cidades ficam na Europa e dos outros sete países de língua portuguesa só há mais uma cidade entre as 100 escolhidas: Rio de Janeiro, segundo um guia turístico chinês.

"Li Si Ben" (Lisboa, em chinês) e "Bo Er Tu" (Porto) estão entre as "100 Cidades mais bonitas do mundo", segundo um guia turístico à venda nas livrarias chinesas. 

A capital portuguesa e a Invicta são mesmo as primeiras da lista, ordenada por critérios geográficos, desde o extremo ocidental da Europa até à Cidade do Cabo, na África do Sul. 


O guia, com 200 páginas, faz parte de uma série de cinco volumes que inclui uma selecção mundial das "100 Praças mais bonitas", "100 Catedrais mais bonitas", "100 Parques Naturais mais bonitos" e "100 Museus mais bonitos". 

Lisboa:Escolha o estilo que se adequa a si para Dançar- E dance Gratis

 

 

Entre 10 e 14 de Setembro, a escola de dança lisboeta Dance Spot promove uma "Open Dance Week", que convida o público a experimentar aulas de diversos estilos de dança ministradas por profissionais de forma totalmente gratuita.


Lisboa: Dance e escolha o estilo que se adequa a si


Do jazz à kizomba, passando pelas danças de salão, pelo ballet e pelas danças contemporâneas e não esquecendo a salsa, o sapateado ou o hip-hop, a escola incentiva os curiosos a descobrir o estilo de dança que mais se adequa ao seu perfil. 
 


De acordo com Rita Galo, diretora artística da Dança Spot, esta semana de dança é "para além de um programa divertido para fazer com os amigos, uma excelente oportunidade para quem gosta de dançar poder experimentar diferentes estilos de dança, conhecer a dinâmica das diferentes aulas, dos diferentes professores e da própria escola".


A lotação das aulas é limitada a um número máximo de pessoas, pelo que se recomenda a inscrição na(s) aula(s) pretendidas com uma antecedência mínima de 24 horas, através do nº de telefone 915 773 155 ou do e-maildirecao@dancespot.pt. As aulas e os respetivos horários podem ser consultados no site da escola.


ler noticia completa


Procuram-se voluntários para vindimar...em Lisboa.

 

Para quem vive num grande centro urbano, como é o caso de Lisboa, o trabalho no campo é, por norma, uma realidade distante. Porém, os lisboetas podem agora viver a experiência da vindima sem sair da cidade. Isto porque a única vinha da capital portuguesa, a vinha da Meia Encosta, na Tapada da Ajuda, está à procura de voluntários para a colheita das suas uvas. 


Procuram-se voluntários para vindimar...em Lisboa



Na vindima, o dia começa cedo. É logo pelas 08.00h que os voluntários se encontram com o técnico responsável. Por volta das 12.30h ou das 13.00h, "conforme o andamento do trabalho", aponta Dalila, é hora de almoçar e recuperar a energia para o resto da jornada. O trabalho recomeça, depois, às 14.00h e prolonga-se, "no máximo", até às 17.00h.
 
Quer sejam miúdos, quer sejam graúdos, todos podem participar, embora os menores de 16 anos tenham de ser acompanhados por um adulto - até porque "o manuseio de uma tesoura de poda não deixa de ser perigoso e não é a primeira vez que ao cortar o cacho também se dá um golpezito no dedo que ficou atrás", admite a responsável.
Como recompensa, todos os voluntários que tenham efetuado mais de sete horas de trabalho recebem, quando o vinho da campanha em que participaram estiver pronto a consumir, uma caixa de cinco litros deste néctar, e têm também a oportunidade de marcar presença num almoço coletivo no final das vindimas, durante o qual pode ser degustado o vinho da campanha anterior.
 
As vindimas iniciaram-se a 20 de Agosto e deverão prolongar-se até à segunda quinzena de Setembro pelo que a campanha para angariar voluntários está, atualmente, a decorrer.

Os interessados podem inscrever-se através do e-mailbotanicoajuda@isa.utl.pt, informando os dias em que estão disponíveis e devendo receber, depois, a respetiva confirmação.


Lisboa na Rua: Cultura ao ar livre inunda a capital! de Agosto a Setembro todas as atividades Grátis

 

 

Lisboa sai para a rua com uma iniciativa que traz a cultura para fora de portas. Espaços públicos da cidade servem de palco à música das orquestras de jazz, praças e jardins que se transformam em cenários perfeitos para se ouvir os sons do mundo, dos compositores mais eruditos, passando pelo jazz e pela pop. Nesta programação há ainda lugar para o cinema ao ar livre, dedicado aos cineastas portugueses 

De 16 de Agosto até 16 de Setembro,concertos às 19:00, sessões de cinema às 22:00, em vários espaços públicos de Lisboa. 

 

 


Entrada livre. 


Sugestões

16 Agosto, Largo do Intendente
Big Band do Hot Clube

18 Agosto, Jardim do Príncipe Real
“Lisboa, Crónica Anedótica”, do realizador Leitão de Barros
Com música ao vivo + dj set a partir das 02:00

19 Agosto, Reservatório da Mãe d´Água
Quinteto de Madeiras da Orquestra Metropolitano de Lisboa

25 Agosto, Jardim Epal/Aqueduto das Águas Livres (Calçada da Quintinha)
“Julian”, do realizador António Silva e “Xavier”, de Manuel Mozos
Entre as 21:00 e as 22:00, o público pode visitar o aqueduto

26 Agosto, Alameda Dom Afonso Henriques
Quinteto de Madeiras da Orquestra Metropolitano de Lisboa

30 Agosto, Jardim de Campolide
Tora Tora Big Band


Consutar toda a agenda: http://www.lisboanarua.com/



As 10 melhores cidades do mundo para viver

Se está a pensar ir viver para fora de Portugal, aqui fica algumas sugestões para onde pode ir. 

 

 

Ranking tem em conta áreas verdes, bens culturais, poluição e expansão urbana. Nenhuma portuguesa consta da lista



Hong Kong


Veja a lista, por ordem:

Hong Kong

Tem quatro avaliações muito perto do valor máximo e é, por isso, a melhor cidade para viver, segundo este ranking. Porquê? Porque há uma coerência entre a superfície da região metropolitana e a população total, que ultrapassa os sete milhões. Depois, também a rede de transportes públicos, a quantidade de espaços verdes e os bens naturais também contribuíram para este lugar de destaque.

Amesterdão

Os bens naturais da capital holandesa, em particular o rio Amstel, dão a Amsterdão um belo segundo lugar. Com uma boa rede de transportes e uma rede de ciclovias que abrange toda a cidade, Amsterdão tem ainda outro ponto forte: o aeroporto da cidade é o quarto terminal mais importante da Europa, operando com mais de 100 empresas de aviação. De Amsterdão para o mundo: dali podemos viajar para 200 destinos.

Osaka

Esta cidade japonesa permanece na mesma posição em relação ao ranking anterior. É a terceira cidade com mais população do país, atrás de Yokohama e da capital Tóqui, que aparece em décimo lugar nesta lista.

Paris

Os jardins e parques de Paris são, em muito, responsáveis por este quarto lugar no ranking. Parque de la Villete, de Buttes Chaumont e Montsouris, os jardins do Trocadero e de Luxemburgo, e bosques de Boulogne e Vincennes são apenas alguns exemplos. A extensa rede de transportes públicos e os três aeroportos da cidade (Charles de Gaulle, Orly e Beouvals), também foram avaliados. E bens culturais não faltam.

Sydney

A Ópera de Sydney é um dos edifícios de espectáculo mais marcantes em todo o mundo e é, também, um dos símbolos da Austrália. A área metropolitana é rodeada de parques e as praias são outra das atrações desta cidade multicultural.

Estocolmo

Apesar da boa avaliação que conseguiu, dados os seus bens naturais, culturais, acessibilidades e em termos de poluição, a verdade é que esta cidade sueca caiu duas posições, ficando agora em sexto lugar. Mas nada lhe tira a imagem de uma das cidades mais bonitas da Europa.

Berlim

Esta é a cidade com a melhor avaliação no que toca a bens culturais.

Muro de Berlim, Portão de Edimburgo, o Reichstag, que funciona como sede do parlamento, e a praça Alexanderplatz, bem que contribuíram para a elevada pontuação.

Toronto

Já ocupou a primeira posição, mas desta vez ficou em oitavo. O que falha é que a extensão das áreas urbanas tenha aumentado, sem que haja uma rede de transportes públicos que acompanhe essa evolução. Depois, há um incentivo ao uso de automóveis particulares.

Munique

O Parque Olímpico, Jardim Inglês e o Parque Hofgarten deram a esta cidade uma boa nota no item das áreas verdes. E é uma das cidades com maios qualidade de vida na Alemanha.

Tóquio

Marca pontos em termos de acessibilidades, mas peca em áreas verdes e bens naturais. Daí que tenha ficado no último lugar. Mas mesmo assim, é das melhores para viver, segundo o ranking da «The Economist».



iol.pt


Até 24 de Setembro, 2012: Cinema ao Ar Livre (Grátis)

 

 

"Os tempos vão maus. Uns choram e outros cantam. Por aqui, continuamos a mostrar o quealguns fizeram nas vidas que foram tendo. Há já bastante tempo ou quase agora.


Cinema, às segundas. E, porque é verão, ao ar livre. E, porque é verão e ao ar livre, com muita música - que a música é uma boa forma de dizer. Quando o cinema mudo acabou, ficou com sonsdentro. E quase sempre música, maior ou menor. Neste ciclo, escolhemos 13 filmes porque são 13 semanas, em que a fala se faz canto. Filmes de várias décadas e épocas (de que nos vamos ocupando na Casa da Achada-Centro Mário Dionísio), em que a invenção - que é o que nos faz existir/resistir - também é, entre outras, essa: falar cantando. As músicas são muitas e várias: óperas, ou mais ou menos clássicas, canções mais «ligeiras» ou mais pesadas, rock, e por aí fora.
É bom ouvir música ao ar livre. E ver o mundo enquanto se ouve música. E pensar. Nas vidas dos outros e nas nossas - as de cada um e também na da Casa da Achada. E falar depois de ter ouvido cantar. Um alívio uma vez por semana, quando o cerco é grande."
Transportes
Metro: Rossio, Martim Moniz, Baixa-Chiado
Autocarros: 7, 34, 36, 37, 709, 711, 714, 732, 740, 744, 745, 746, 759, 760, 790 
Eléctricos: 12, 15, 28



Aulas do Yoga animam AGOSTO em Vila do Conde

 

 

Aulas do Yoga gratuitas e ao ar livre no Parque de Jogos e no Centro de Memória de Vila do Conde vão animar o mês de Agosto na cidade, durante todas as quartas-feiras, às 10h30.  A organização é da Câmara Municipal de Vila do Conde e do Áshrama Casa da Luz – Centro do Yoga Sámkhya de Vila do Conde.
 

Yoga-imagens_noticias_interior


Nestas aulas os participantes poderão aproveitar para pôr em prática esta filosofia tão completa e antiga que é o Yoga, com impacto positivo no ser humano, não só a nível físico como mental, energético e emocional. Desta forma poderão "carregar as baterias" e prepararem-se melhor para o arranque no ano em Setembro.
 
As aulas do Yoga que decorrem no Parque de Jogos estão inseridas na iniciativa Atividade Desportiva no Parque de Jogos - da responsabilidade da Câmara Municipal de Vila do Conde.
 
A participação é livre e gratuita.
 
Datas e locais das aulas do Yoga (sempre às 10h30):
Dia 1 - Parque de Jogos
Dia 8  - Centro de Memória
Dia 15  - Centro de Memória
Dia 22 - Parque de Jogos
Dia 29  - Centro de Memória



fonte: http://www.cm-viladoconde.pt/PageGen.aspx?WMCM_PaginaId=27647&noticiaId=56307&pastaNoticiasReqId=27569