Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

descobrelc

descobrelc

A Ilha do Pico é a segunda maior ilha do Arquipélago dos Açores.

 

Images: arrifedsc01387.jpg

A Ilha do Pico é a segunda maior ilha do Arquipélago dos Açores, Portugal, dista 8,3 quilómetros da Ilha do Faial e 15 km da Ilha de São Jorge. Tem uma superfície de 447 km²; e conta com uma população residente de 14 806 habitantes (em 2001). Mede 42 km de comprimento e 20 km de largura. Deve o seu nome à majestosa montanha vulcânica, a Montanha do Pico, que termina num pico pronunciado cujo topónimo é Pico Pequeno ou Piquinho. É a mais alta montanha de Portugal e a terceira maior montanha que emerge do Atlântico, atingindo 2 351 metros de altitude.

 


Images: lagespicomapa3286.gif

 

Dispõe, em Bandeiras, dum moderno aeroporto regional com ligações aéreas directas com Lisboa (TAP/SATA Internacional) e Terceira (Lajes) e Ponta Delgada (SATA Air Açores). Tem ligações marítimas diárias (Transmaçor) com a cidade da Horta e vilas das Velas e Calheta. Durante os meses de Verão usufrui de ligações marítimas com as restantes ilhas do arquipélago.

 

 

Cultura e património

 

http://www.abae.pt/programa/JRA/concursos/concurso09/uploads/A1/image/ilha_pico_1_.jpg

 

Em Julho de 2004, o comité da UNESCO considerou a Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico como Património da Humanidade. A área engloba os lajidos das freguesias da Criação Velha e de Santa Luzia. A cultura da vinha domina a parte ocidental da ilha, sendo o famoso "Verdelho do Pico" cultivado em pequenas quadrículas de terreno onde crescem as vinhas, separados por muros de basalto negro feitos de pedra solta, chamados localmente de "currais".

Presentemente, pretende-se constituir um Parque Nacional na Ilha do Pico, englobando a área da Montanha do Pico e o Planalto Central.Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico

Outro património inclui: a Gruta das Torres, na Criação Velha; as Furnas de Frei Matias; Na Madalena, Museu do Vinho, instalado no antigo Convento das Carmelitas; o Museu da Indústria Baleeira, em São Roque do Pico; o Museu Regional dos Baleeiros, nas Lajes do Pico.

 

 

Tradições, festas e curiosidades

Festa e Procissão do Senhor Bom Jesus (São Mateus, Madalena), Semana dos Baleeiros (N. Sra. de Lurdes), Cais Agosto (Cais do Pico - S.Roque), Festa de São Roque, Festas de Santa Maria Madalena, Semana das Vindimas, Festas do Espírito Santo.

 

GASTRONOMIA

 

A gastronomia a ilha é muito rica. A dificuldade prende-se com a escolha, devido à qualidade. O mar generoso oferece uma ampla variedade de matéria-prima para a confecção de deliciosos pratos.

 


Sopas do Espírito Santo
Linguiça com inhames
Molha de carne
Caldo de peixe
Mariscos
Arroz doce
Queijo
Vinhos
Aguardente
Licores
Bolo de milho
Bolo de vésperas
Rosquilhas

 

Locas a Visitar

 


VILA DAS LAJES
Centro de tradição baleeira, a vila das Lajes tem um conjunto de casas antigas e varandas que patentiam um passado de opulência. Aqui pode visitar o Museu do Baleeiro, ex-libris da vila e que retrata a actividade da baleação no seu passado.

MONTANHA DO PICO
Majestoso vulcão que domina a ilha com os seus 2.351m de altitude, coroado pelo Pico Grande, cratera arredondada com cerca de 700m de perímetro e profundidade que atinge os 30m. Numa extremidade da cratera o cone vulcânico do Piquinho, ou Pico Pequeno com cerca de 70m de altura, de cuja base emanam fumarolas, constitui o cume da cratera. A subida ao Pico é possível sempre que acompanhado por guia local.

 

Images: lajespicopasseio1.jpg


 

Fotos

Images: lrg-364-santa_barbara.jpg
Vista sobre Santa Bárbara

 

File:Ilha do Pico vista da Fajã Grande, Calheta, ilha de São Jorge, Açores, Portugal.JPG

 

 

Açores

 

 

 

 

 

 

Links

 

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ilha_do_Pico

 

http://www.acores.com/a/pico.html

 

http://www.enciclopedia.com.pt/print.php?type=A&item_id=331

 

http://www.feriasnopico.com/

 

 

 

 

 

 

A Ilha do Pico é a segunda maior ilha do Arquipélago dos Açores

 

 

 

 

 

 

 

 

 

S. miguel Acores







São Miguel é a maior das ilhas do arquipélago dos Açores. Com uma superfície de 746,82 km², mede 90 quilómetros de comprimento e de 8-15 km de largura e conta com uma população de 131 609 habitantes (2001), mais 4,5% que uma década antes. É composta pelos concelhos de Lagoa, Nordeste, Ponta Delgada, Povoação, Ribeira Grande e Vila Franca do Campo. Designada por Ilha Verde, aquando da sua descoberta por volta de 1426/1439, começou a ser povoada (por cerca de 1440) por portugueses e por judeus, mouros e franceses.

A tão aludida Lagoa das Sete Cidades, com as suas duas lagoas - azul e verde - limitadas por uma caldeira, o ilhéu de Vila Franca, reserva natural, assim como o Vale das Furnas, com as suas fumarolas, de águas e lamas quentes e medicinais, são apenas alguns exemplos dos inúmeros pontos atractivos que São Miguel apresenta.

O sector primário constitui a principal actividade económica da ilha, sobretudo a área agrícola. Lagoa, Nordeste, Ponta Delgada, Povoação, Ribeira Grande e Vila Franca do Campo são os concelhos da ilha. O natural ou habitante da ilha de São Miguel denomina-se micaelense.

São Miguel é também conhecida como ilha Verde, devido às suas pastagens infinitas.

Os pontos de interesse turístico são variados. O Vale das Furnas, o verdadeiro ex-libris da ilha tem uma visão paradisíaca com o vapor das caldeiras, a água a ferver que se mistura e envolve com a beleza da lagoa. É um cenário difícil de descrever.

Um dos pontos de interesse da ilha é a Lagoa do Fogo, que se situa na Serra de Água de Pau, bem como a Lagoa do Congro, localizada a poucos quilômetros da Vila Franca do Campo.

A Lagoa das Sete Cidades é a outra das três grandes lagoas da ilha. Com uma cratera de grandes dimensões, está divida em duas partes, chamadas respectivamente de azul e verde.

Na zona Este da ilha, fica o Pico da Vara - a maior elevação da ilha - com 1103 metros de altitude. Na zona central, a serra de Água de Pau com 940 metros de altura e na zona Oeste situa-se a Caldeira das Sete Cidades com 850 metros de altitude.

Nas suas férteis terras são produzidos cereais, chá, fruta e vinho e alimentam o gado bovino.

A primeira capital da ilha foi Vila Franca do Campo, que veio a ser arrasada por um sismo em 1522, altura em que foi transferida para Ponta Delgada. Ponta Delgada é uma cidade em constante desenvolvimento, onde se mantêm ainda as suas igrejas e palácios dos séculos XVI e XIX.

A maior festa religiosa dos Açores é nesta ilha realizada, mais propriamente na cidade de Ponta Delgada, onde acorrem todos os anos milhares de pessoas. São as festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres que são realizadas todos os anos no quinto Domingo depois da Páscoa.

Outra manifestação religiosa desta ilha são os Romeiros. Por altura da Semana Santa, grupos de algumas dezenas de homens percorrem a ilha a pé, durante oito dias, rezando e cantando em todas as Igrejas e Ermidas que se deparam pelo caminho.



Caloura




Lagoa das Sete Cidades.













































lagoa - S. Miguel/Açores