Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

descobrelc

descobrelc

Dicas para planear ferias baratas...

 

Muitas famílias têm um orçamento limitado, o que dificulta as escolhas nas férias. O ideal é poupar o máximo para pagar as despesas a pronto ou socorrer-se de meios de pagamento sem juros. Se, mesmo assim, não consegue reunir dinheiro para a viagem de sonho e pondera recorrer ao crédito, saiba todas as sugestões que foram divulgadas no site sobre economia  economico.sapo.pt.

 

https://1.bp.blogspot.com/_ZedoPcI5fak/ST_bBMZ2VNI/AAAAAAAAALg/nUuj6MfgVfk/s320/Aspas.jpg

Viajar com taxa zero
Sobretudo na altura do Verão, as agências de viagens multiplicam-se em ofertas de pacotes de férias. Se encontrou o que procurava e a agência não cobra juros pelo pagamento em prestações, esta pode ser uma boa opção.

 ler mais

 

Ideias a reter


Férias baratas em seis dicas

-Defina com antecedência um destino, o plano de viagem e o orçamento disponível.

-Compare preços e procure promoções na Net. Consulte agências e sítios de viagens. Faça o mesmo para o crédito nas agências e nos bancos.

Alguns sítios de viagens permitem comparar preços de várias companhias ao mesmo tempo: www.voosbaratos.pt ou www.rumbo.com, por exemplo.

Ao comprar on-line, pode usufruir de taxas e de preços reduzidos.

-Antes de optar pelo financiamento numa agência com taxa de 0% de juros, verifique se não está a pagar uma viagem mais cara.

-Se possível, seja flexível nos horários e nas datas. As viagens ao fim-de-semana têm maior procura e são mais caras. O mesmo acontece nas épocas normais de férias: Carnaval, Páscoa, Verão e Natal. Se puder viajar em época baixa ou durante a semana, goza de opções mais em conta. Experimente dias e até horas diferentes. Um pacote de férias pode ser mais económico.

-Se viajar de avião, compre passagens de ida e volta, com antecedência. Há boas ocasiões de última hora, mas uma reserva feita com a maior antecipação possível permite preços mais baixos.

-Se recorrer ao crédito, use a TAEG como termo de comparação, pois reflecte o custo real do crédito. O simulador da Deco em www.deco. proteste.pt/taeg faz as contas.

 

fonte