Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

descobrelc

descobrelc

Vodafone Paredes de Coura: todo o cartaz aqui

 

 

 

 

A edição deste ano do Vodafone Paredes de Coura realiza-se entre os dias 13 e 17 de agosto e os passes gerais, à venda nos locais habituais, custam 80,00 euros. Os bilhetes diários também já estão à venda e custam 30,00 euros para o dia 14 de agosto e 40,00 euros para os dias 15, 16 e 17. Consulte abaixo o cartaz completo: 

13 de agosto 
The Filthy Pigs 
Moulinex 
Sensible Soccers 
Bisonte 
Tape Junk 

14 de agosto 
Headbirds 
Discotexas 
Bombino 
Alabama Shakes 
Unknown Mortal Orchestra 

15 de agosto 
The Knife 
Hot Chip 
The Vaccines 
Jagwar Ma 
Everything Everything 
Little Boots 
TOY 
Veronica Falls 
Widowspeak 
The 2 Bears 
John Talabot 

16 de agosto 
Simian Mobile Disco 
Echo & The Bunnymen 
The Horrors 
Peace 
The Glockenwise 
Cold Cave 
Iceage 
Citizens! 
Noiserv 
Will Saul 
Delorean 

17 de agosto 
Justice (DJ set) 
Belle and Sebastian 
Calexico 
Palma Violets 
Black Bombaim 
Bass Drum of Death 
Phosphorescent 
Ducktails 
Papercutz 
XXXY 
And So I Watch You From Afar 

Ler mais: http://blitz.sapo.pt/vodafone-paredes-de-coura-saem-kills-entram-echo--the-bunnymen-e-horrors-cartaz-encerrado=f88160#ixzz2YdKSMp2l

Edifícios portugueses nomeados para os melhores do mundo

 

 

Sete edifícios portugueses, cinco dos quais situados no Grande Porto, estão entre os 70 finalistas do prémio «ArchDaily¿s Building of The Year», promovido pela página de internet de arquitectura «ArchDaily».

 

 

 

Na categoria Reabilitação, o Pátio Luso, um condomínio em Carlos Alberto, no Porto, e a recuperação da antiga fábrica da manteiga, na Calheta, Madeira, são os projectos portugueses que estão entre os cinco finalistas, escreve a Lusa.

 

 

Na categoria Hotéis e Restaurantes, um dos cinco finalistas é o bar que representou a Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, numa Queima das Fitas, um projecto dos arquitectos Diogo Aguiar e Teresa Otto que implicou a sobreposição de mais de 400 caixas.

 

O edifício da Vodafone no Porto, na avenida da Boavista, desenhado pelos arquitectos José António Barbosa e Pedro Guimarães, está nomeado para a categoria Arquitectura Institucional.

 

 

 

Já na categoria Interiores, dois projectos portugueses encontram-se entre os cinco finalistas, designadamente a Closet House, em Matosinhos, do Gabinete de arquitectura Consexto, e uma loja de óculos em Lisboa, cujo desenho é do arquitecto Jorge Sousa Santos.

 

 

iol.pt